S. Paulo – Em tempos de Copa do Mundo discutir as relações entre esporte e racismo é a proposta de “Futebol”, espetáculo do Coletivo Frente 3 de Fevereiro, em cartaz na sala Itaú Cultural (Av. Paulista, 149, Bela Vista, região central de S. Paulo) de sexta até este domingo.
O espetáculo conta com a participação de uma banda, DJs, VJs e dez atores em cena e foi inspirado no caso da agressão racista do jogador Desábato, do Quilmes da Argentina, contra Grafite, do São Paulo, que resultou na prisão do argentino.
O texto é um embate entre preconceito e senso comum. Na encenação, VJs projetam vídeos com imagens de intervenções da 3 de Fevereiro, que levou bandeiras com dizeres como “Onde Estão os Negros?” a estádios do Brasil.
No início de junho o 3 de fevereiro (que foi criado para lembrar o assassinato do dentista Flávio Sant’Ana pela Polícia de S. Paulo) foi apresentado em algumas cidades da Alemanha.
Serviço
Itaú Cultural – sala Itaú Cultural (av. Paulista, 149, Bela Vista, região central, tel. 2168-1776). 255 lugares. Sex. e dom.: 19h30. Sáb.: 16h. Únicas apresentações. 50 min. Retirar ingr. c/ 30 min. de antecedência.

Da Redacao