A União Européia de Futebol – a poderosa UEFA – desenvolve há mais de um ano intensa campanha nos estádios contra a discriminação racial e a xenofobia. A campanha desenvolvida em parceria com a ONG Futebol Contra o Racismo (FARE) acaba de lançar um número de telefone (00 351 966 027 283) que ficará à disposição de quem queira denunciar qualquer ato de racismo durante o Euro 2004 – o campeonato da temporada deste ano. A chamada é grátis.
Campanha semelhante já foi lançada na Inglaterra – a Kick it Out. As denúncias serão avaliadas pelas autoridades e as práticas racistas punidas. O lançamento do número do telefone faz parte de um conjunto de atividades programadas pela FARE em Portugal.
A Campanha contra contra o Racismo nos Estádios Europeus conta com o apoio e a participação ativa de estrelas como Eusébio (ex-Benfica) Paul Elliot (Chelsea FC e Celtic FC), Oliver Bierhoff (Internacional e herói da final do Euro 96) e Abidi Pele, de Gana, que joga na Internacional.
O jogador brasileiro Adauto, campeão brasileiro pelo Atlético Paranaense, atualmente no Slavia Prada, é no momento o astro de uma campanha contra o Racismo patrocinada pelo Governo e Federação de Futebol da República Checa. A campanha, em setembro, tem como tema ‘RACISMO. SOMOS TODOS VÍTIMAS”.

Da Redacao