Guarulhos/SP – Por meio da Divisão Técnica de Políticas para a Diversidade e Inclusão Educacional, a Secretaria Municipal de Educação de Guarulhos – cidade da região metropolitana da Grande S. Paulo – realiza nesta quarta-feira (22/05), Seminário sobre o tema “10 anos da Lei 10.639/03: o quanto caminhamos pela igualdade racial na Educação?”.

O Seminário, que acontece no Salão de Artes do Centro Adamastor, das 13h às 17h (Avenida Monteiro Lobato, 734, no bairro Macedo), tem como objetivo evidenciar o processo de implementação da Lei 10.639//2003, que inclui a obrigatoriedade do ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e africana nos currículos das escolas, e favorecer a formação de coordenadores pedagógicos e educadores sobre a temática e os desdobramentos desse tipo de conhecimento, provocando as escolas a trabalharem os conflitos que estão na origem da nossa história dada a diversidade étnico-racial que nos constitui.

Sob a mediação da coordenadora da Coordenadoria da Igualdade Racial de Guarulhos, Edna Roland, estão previstas três mesas com a participação da socióloga Neide Aparecida de Almeida, que tratará do tema “Uma perspectiva afro-brasileira sobre a história, a memória e a arte no espaço museal: visitas e reflexões no Museu Afro Brasil”, do músico e produtor cultural Salloma Salomão (foto na capa), que falará do tema “Nós na História da África e dos Africanos na Diáspora – uma perspectiva de ensino e pesquisa”; e da educadora social Bel Santos Mayer, que tratará do tema “Olhar para trás para seguir em frente: síntese do relatório da pesquisa “Compreensão e Efetivação das Leis Federais 10.639/03 e 11.645/08, e da Lei Municipal 6.494/09 na Rede Municipal de Educação de Guarulhos”.

Na abertura e no encerramento haverá apresentação cultural de Dança Afro Contemporânea – Corpos Sonosos (Jaqueline Duni e Egimar Alves) e do Projeto Cultural Sambarockano.

 

 

Da Redação