Paris – O humorista francês, Dieudonné M’Bala M’Bala, foi condenado por um Tribunal Correcional de Paris, a uma multa de US$ 5.900 por comentários anti-semitas nos quais qualificou os judeus como “negreiros”.
O humorista, que recentemente anunciou a intenção de ser candidato à Presidência da República, em 2.007, foi condenado por “incitação ao ódio racial” pelos comentários numa entrevista à revista “Le Journal du Dimanche”, em fevereiro de2.004.
Dieudonné também deverá pagar uma quantia simbólica de um euro (US$ 1,19) por perjúrio à Liga Internacional contra o Racismo e o Anti-semitismo (LICRA), entre outras associações judaicas e humanitárias.
Na entrevista, ele declarou que os judeus “são alguns negreiros reconvertidos, que se dedicam aos bancos, ao espetáculo, e, hoje em dia à ação terrorista, com a qual demonstram seu apoio à política (do ex-primeiro-ministro israelense), Ariel Sharon”.
É a primeira vez que o humorista é condenado por seus comentários racistas e anti-semitas, embora seja reincidente.

Da Redacao