Wasghinton – O líder negro e do movimento dos direitos civis nos EUA, Jesse Jackson, pré-candidato à Presidência por duas vezes, classificou como “ummomento de transformação”, a vitória de Obama, na corrida pela indicação do Partido Democrata às eleições americanas.
“É um momento de satisfação estar na África tentando reconciliar dois continentes separados de forma tão selvagem pelo comércio de escravos (…) quando um filho da América e da África se torna o nomeado de facto do Partido Democrata”, disse Jackson, 66, que está em viagem à Tanzânia.
Jackson, que estava ao lado do pastor Martin Luther King quando esteve foi assassinado em 1.968, se manteve discreto durante toda a campanha do senador Obama.

Da Redacao