S. Paulo – O ativista João Bosco Coelho, 51 anos, um dos coordenadores do Movimento Brasil Afirmativo, já está em casa, depois do infarto que sofreu no final do mês passado. Ele ficou nove dias internado no Hospital Municipal de Hermelino Matarazzo Dr. Alípio Corrêa Neto, e deve voltar ao Hospital Santa Marcelina, de Itaquera, na semana que vem, para se submeter a um cateterismo.
Bosco, que já teve problemas cardíacos, está bem e deve, depois do cateterismo, permanecer mais dois dias em observação no Hospital. “Se tudo correr bem, como espero, os médicos me liberam logo”, afirmou.
Ele agradeceu a dedicação do pessoal do Hospital de Hermelino Matarazzo da equipe do médico Luiz Guilherme da Silveira, enfermeiras e atendentes. “Todos os dias ele esteve comigo e foi de uma atenção à toda prova”, afirmou.
Durante o período de internação o ativista foi acompanhado pela mulher Cristina e pelas filhas e recebeu dezenas de telefonemas de pessoas preocupadas com o seu estado de saúde.

Da Redacao