S. Paulo – O ativista João Bosco Coelho, um dos coordenadores do Movimento Brasil Afirmativo, terá de se submeter a uma cirurgia para implantar três pontes de safena.
O cateterismo que fez na semana passada, no Hospital Santa Marcelina, detectou o entupimento na artéria principal e em mais três artérias coronárias.
De acordo com o cardiologista Anderson Satto, a solução cirúrgica é a única capaz de resolver o problema, porém, ele recomendou a consulta a pelo menos mais um cardiologista e outros exames. Por essa razão, a data da cirurgia ainda não foi marcada.
João Bosco aguarda em casa a realização dos novos exames, acompanhado pela família, e passa bem.

Da Redacao