Salvador – O diretor do Olodum, João Jorge Rodrigues, lamentou o que aconteceu com a cozinheira Almerinda Santos das Neves, que perdeu a visão do olho esquerdo atingido por um golpe de cassetete de um policial militar durante o Festival de Música e Artes (Femadum) no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador.
“Entendemos que não temos responsabilidade direta no que aconteceu, mas lamentamos o fato de uma pessoa ser violada como cidadã por policiais. Faremos uma visita a ela, para saber como podemos colaborar”, disse.
O irmão da vítima, Raimundo das Neves, disse que a família ainda está chocada, mas afirmou que tomará as providências para que seja feita Justiça.

Da Redacao