S. Paulo – “Jovens negros brasileiros: qualidade, condições materiais de vida, sobrevivência e morte: há novas estatísticas?” Este é o tema do Seminário que a Faculdade Zumbi dos Palmares realiza nesta sexta-feira e sábado, com o objetivo de atualizar e refletir dados de violência e de superação a que está exposta a juventude negra brasileira.

O Seminário faz parte das atividades para lembrar o 21 de março – Dia Internacional de Luta contra a Discriminação Racial declarado pela Organização das Nações Unidas.

O advogado e jornalista Dojival Vieira, editor de Afropress, participará da Mesa 1 – "Vidas Perdidas e mortes precoces: sonhos abortados”, que acontece no sábado, das 09h às 12h30 no Auditório da Faculdade, juntamente com o  professor Livre-Docente Kabenguele Munanga, da USP (foto). A mesa terá mediação de João Armindo Coelho Vargas, do CADESC – Comunidade Ativa no Desenvolvimento Sócio-Cultural Educacional de Cidade Tiradentes, S. Paulo.

Ainda no sábado, outra mesa discutirá “Violências e Impunidades: Infância, juventude, raça/etnia", que acontece das 14h às 17h30, com a presença da professora Eunice Prudente, ex-Secretária de Justiça de S. Paulo. Também participam desta mesa o Padre José Enes, do Instituto do Ngro Padre Batista, e a professora Sônia Guimarães. A mediação será de Doné Kika Silva, coordenadora do Fórum Estadual de Mulheres Negras.

A abertura do Seminário será feita no dia 21, das 18h às 22h, pelo reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares, José Vicente.  A coordenação do Seminário é da professora Vera Cristina de Souza, que também coordena o Observatório da População Negra da Unipalmares.

Confira a programação completa.

Data: 21 de março – sexta-feira

18h – 22h:30min

Abertura dos Trabalhos – Inscrições

18h

Abertura Oficial

Horário: 19h às 19h45min.

Local: Anfiteatro da Faculdade Zumbi dos Palmares

●Magnífico Reitor Professor Doutor José Vicente, Faculdade Zumbi dos Palmares.

Relatos de Experiências – Lideranças Comunitárias

Horário: 20h às 22h

Local: Anfiteatro da Faculdade Zumbi dos Palmares

● Luiz Henrique Pereira da Silva. Coordenador de Juventude da Subprefeitrura Cidade Tiradentes, São Paulo – SP;

● Meire Rose de Morais. Militante de Direitos Humanos, Advogada.

Mediação: Professora Doutora Maria Célia Malaquias – Psicóloga, Professora do Curso de Formação em Psicodrama da Sociedade de Psicodrama de São Paulo – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (SOPSP-PUCSP);

Relatoria: Faculdade Zumbi dos Palmares.

Data: 22de março – sábado

Palestras e Debates

09h – 19h

Mesa 1 – “Vidas perdidas e mortes precoces: Sonhos abortados”

09h – 12h30m

Local: Auditório da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Palestrantes:

● Professor Livre-Docente Doutor Kabenguele Munanga – Antropólogo, Universidade de São Paulo (USP);

● Dojival Vieira – Advogado, Jornalista; Afropress – Agencia de Notícias.

Mediação: João Armindo Coelho Vargas. CADESC – Comunidade Ativa no Desenvolvimento Socio-Cultural Educacional de Cidade Tiradentes, São Paulo-SP;

Relatoria: Faculdade Zumbi dos Palmares.

Intervalo para almoço:

Mesa 2 – “Violências e Impunidades: Infância, juventude, raça/etnia.” 14h – 17h30m

Local: Auditório da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Palestrantes:

● Professora Doutora Eunice Prudente – Advogada, OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, Universidade de São Paulo;

● Padre José Enes – Instituto do Negro Padre Batista;

● Professora Doutora Sônia Guimarães – Pesquisadora, Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA); Membro do Conselho Superior da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Mediação: Doné Kika Silva – Coordenadora do Fórum Estadual de Mulheres Negras do Estado de São Paulo.

Relatoria: Faculdade Zumbi dos Palmares.

Organização: Professora Rita de Cássia Camargo

Estagiárias: Adriana Maciel, Tais Santiago de Souza

Colaboração Especial: Ademir Rodrigues – Graduando do 7º. semestre do Curso de Direito da Faculdade Zumbi dos Palmares

Coordenação: Profa. Dra. Vera Cristina de Souza – Coordenadora do Observatório da População Negra/Faculdade Zumbi dos Palmares

 

 

Da Redacao