Jundiaí/SP – A Câmara Municipal de Jundiaí aprovou nesta terça-feira (11/12) o Projeto de Lei 9.896/2007, de autoria do vereador Cláudio Miranda, do PSOL, que alterou a Lei 4.080/93, instituindo o 20 de Novembro – Dia Nacional da Consciência Negra – como feriado municipal na cidade.
Miranda parabenizou os representantes da comunidade negra de Jundiaí e as lideranças do Clube 28 de Setembro – um dos mais antigos do Estado – presentes à sessão. “Vocês deram um exemplo. Com a demonstração do consenso acabaram sendo decisivos para a votação e aprovação do projeto. A Câmara cumpre o reconhecimento de uma grande dívida social com a comunidade negra não só da nossa cidade, mas do nosso país”.
O vereador Bispo Roberto Conde, do PRB, foi o único dos 15 vereadores presentes a não votar: preferiu ausentar-se da sessão. Agora, o projeto será encaminhado para sanção do prefeito Ary Fossem e o feriado passará a ser acatado a partir do ano que vem.
Com a decisão, Jundiaí se torna a 66ª cidade paulista a respeitar o feriado de 20 de Novembro. Atualmente o feriado já é respeitado por 50,55% dos 40 milhões de habitantes do Estado. No país, são 275 (agora 276, com Jundiaí), dos 5.5561 municípios brasileiros.

Da Redacao