La Paz – O líder indígena Evo Morales, do Movimento ao Socialismo (MAS), lidera a corrida presidencial para a Presidência da Bolívia. Segundo pesquisa da empresa Opinión y Mercado, de La Paz, Morales tem 28% dos votos, sendo seguido pelo ex-presidente Jorge Quiroga com 22%.
A pesquisa ouviu 2.150 eleitores de todas as regiões do país, entre os dias 9 e 15 de setembro passado e tem margem de erro de 2.1 pontos percentuais. A eleição na Bolívia acontece no dia 4 de dezembro.
O líder indígena dos povos aimara foi o líder dos protestos populares que, além da renúncia de Meza, o último presidente forçaram a realização antecipada das eleições para este ano. Os aimaras e os quéchuas – povos indígenas orignários – correspondem a cerca de 80% dos quase 9 milhões de habitantes do país.
A Bolívia teve 2003 até este ano dois presidentes – Gonzalo Sanchez de Losada e Carlos Meza. Ambos foram forçados a renunciar por violentos protestos populares.
Conheça um pouco da situação da Bolívia:
Capital: La Paz é a capital administrativa e sede do governo; Sucre é a capital constitucional e sede do Judiciário
Divisão: nove departamentos
População: 8.857,870 (estimativa de 2005)
Área: 1.098,580 km²
Idioma: espanhol, quéchua e aimará
Moeda: boliviano
Forma de governo: república presidencialista
Posição no IDH: 114º [o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da ONU mede o desenvolvimento do país com base na expectativa de vida, no nível educacional e na renda per capita. A Noruega lidera a lista, e o Brasil está na 72ª posição]
PIB (total de riquezas produzidas): US$ 22,3 bilhões
Renda ‘per capita’ anual: US$ 2,6 mil
Internautas: 270 mil (dados fornecidos em 2002)
Analfabetismo: 12,8%
População abaixo da linha da pobreza: 64%
Fonte: CIA World Factbook

Da Redacao