São Paulo – Flávio Jorge, Milton Barbosa e Rafael Pinto, três dos principais dirigentes, respectivamente, da Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN) e do Movimento Negro Unificado (MNU), foram pessoalmente convidados por lideranças do Movimento Brasil Afirmativo a participar da recepção ao senador Paulo Paim (PT-RS). Paim estará em São Paulo no próximo dia 25/05, com uma agenda que tem como objetivo marcar o lançamento da segunda fase da campanha popular de coleta de assinaturas em defesa da aprovação do Estatuto da Igualdade Racial. A campanha pretende coletar, até julho, 100 mil assinaturas que serão entregues aos presidentes da Câmara e do Senado, pedindo a votação do projeto.
Jorge disse que a CONEN se reuniria para discutir o tema e pediu para que o convite fosse enviado por escrito; Barbosa não deu resposta sobre a posição do MNU em relação ao Estatuto, já que uma parte significativa da organização o considera uma proposta ultrapassada.
O mais receptivo dos três foi Rafael Pinto, da Afubesp (Associação dos Funcionários do Grupo Santander/Banespa), que concordou com a necessidade de união de todas as forças e correntes do movimento negro para pressionar o Congresso a colocar em votação o projeto.
Paim participa em S. Paulo de atos na CONAD – Comissão do Negro e Assuntos Anti-Discriminatórios da OAB, no Sindicato dos Comerciários de S. Paulo e na Universidade Zumbi dos Palmares, no campus da Barra Funda.

Da Redacao