Munique/Alemanha – A empresária brasileira, Simone Weissman, – que escreve regularmente para a Afropress a coluna Linha Direta: Brasil/Alemanha, em parceria com a jornalista Angélica Feliciano – realizou este mês (12 e 13 de outubro), mais uma edição da Feijoada VIB (Very Important Brazilian), evento que está se tornando tradicional em Munique, em que, Weissman divulga as coisas do Brasil, em especial relacionadas à cultura negra brasileira.

Este ano a Feijoada aconteceu no Hotel Hilton Munich Park, como parte do Mercado VIB (Very Important Brazilian Products) – espaço criado pela empresária para apresentar produtos brasileiros ao mercado europeu. O homenageado da Feijoada VIB 2013 foi o jogador Dante Bonfim Costa Santos, ou apenas Dante, zagueiro do Bayern de Munique e da seleção brasileira.

Baiano de Salvador, 30 anos, 1.88m de altura, Dante (na foto abaixo com Weissmann) contou na entrevista a Angélica Feliciano para a Afropress que carrega boas lembranças da época da infaância e que foi dura a luta para encontrar um clube que acreditasse em seu potencial.

“Acabei fechando meu primeiro contrato com o Esporte Clube Juventude, time que agradeço sempre pelo poio oferecido. De lá, aos 20 anos, vim para o OSC Lille, na França”, conta o atleta.

Devido a lesões, na França o jogador não teve grande atuação e acabou indo para a Bélgica, onde jogou no Sporting Charleroi, uma temporada, e depois foi para o Standard Liège, onde, com o time, sagrou-se campeão. De lá, foi para o time alemão Borussia Mönchengladbach, onde atuou por três anos e meio. Desde 2012 é zagueiro do Bayern de Munique.

“Eu sempre soube que poderia jogar num time grande como o Bayern e quando apareceu a oportunidade, não tive como negar. Esse meu primeiro ano pela equipe foi incrível, pois realmente vencemos tudo que disputamos e demos muitas alegrias aos nossos torcedores. Espero que possamos continuar vencendo e conquistando muitos títulos”, diz Dante.

Leia, na íntegra, a entrevista, que também está postada na revista Feijoada VIB, produzida para o evento.

Afropress – Qual a importância, pra você, receber o premio VIB Award, que homenageia brasileiros que, de alguma forma, levaram o Brasil de forma positiva para o mundo?

Dante: Estou há pouquíssimo tempo em Munique e, por conta disso, ainda não tinha noção do trabalho que vem sendo feito. Mesmo assim, fico muito feliz em ser homenageado e espero que possa continuar retribuindo, mostrando sempre o Brasil de forma positiva para o mundo.

Afropress: Você acredita que a nossa cultura é bem aceita pelos alemães, pelos europeus?

Dante: Acho que sim, acho que os brasileiros são sempre bem vindos em seu local de trabalho e também em toda sociedade.

Afropress: O que você diria aos brasileiros/jogadores de futebol, que tem sonho de vir jogar na Europa?

Dante: Que no momento que você chega aqui na Europa, é preciso rapidamente se adaptar a cultura local, aprender a língua e focar no trabalho. Não é fácil vencer em um país estrangeiro! Para que isso aconteça, é preciso muita disciplina e perseverança.

Afropress: Dante, te desejamos muito sucesso em sua caminhada pelo futebol europeu e desejamos também que mais “Dantes” venham representar o Brasil da mesma forma positiva na Europa e no mundo.

 

Da Redação, com informações de Simone Weissmann e Angélica Feliciano