S. Paulo – Cerca de 2 mil pessoas, segundo a Polícia Militar e o jornal Folha de S. Paulo, participaram da V Marcha da Consciência Negra, celebrando o Dia Nacional da Consciência Negra e a memória de Zumbi dos Palmares. As entidades organizadoras – a Unegro, Conen e o CNAB – Congresso Nacional Afro-Brasileiro, ligadas respectivamente ao PC do B, PT e PMDB, não informaram o número de participantes.
A manifestação começou por volta das 10h, no vão do Masp, da Avenida Paulista e, após as falas das lideranças presentes – inclusive representantes dos partidos políticos e parlamentares – seguiu pela Paulista e Consolação até a Praça Ramos, em frente ao Teatro Municipal, onde foi encerrada.
Parada
Este ano a V Marcha saiu sem a Parada Negra, manifestação que, nos dois anos anteriores, ocorreu simultaneamente, organizada por ativistas do Movimento Brasil Afirmativo, que propunha uma manifestação aberta a todos os setores da sociedade e não dirigida pelos partidos políticos que tem presença ativa no movimento negro. Em 2.006 e 2.007, imprensa e organizadores avaliaram entre 20 e 30 mil pessoas o número de manifestantes.

Da Redacao