Brasília – Dois dos principais jornais do país – a “Folha de S. Paulo” e “O Globo”, do Rio – abriram espaço para nas suas páginas para o caso do estudante Marcelo Valle Silveira Mello, 20 anos, o primeiro acusado de prática de crime de racismo pela Rede Mundial de Computadores. O estudante, que cursa Letras na Universidade de Brasília, está sendo processado pelo Ministério Público Estadual e, desde julho, vinha tendo a sua atuação criminosa denunciada pela Afropress.
“Aberto primeiro processo por racismo na Internet”, foi a manchete do “Blog do Josias”, do jornalista Josias de Souza, da “Folha”, que, segundo o Ibope tem um número superior a 150 mil acessos/dia. Nesta quarta-feira, 1º/02 foi seguido pelo jornal “O Globo”, que abriu a seguinte manchete no Caderno País. “Estudante é processado por racismo no Orkut”, assinada pela jornalista Carolina Brígido.
Silveira Mello é o mesmo que, em 30 de julho do ano passado, sob o codinome de “BrOk3d – o justiceiro”, assumiu o ataque a Afropress que retirou o site do ar por mais de uma semana. O Gradi – Grupo de Repressão aos Delitos de Intolerância da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a pedido do Ministério Público, instaurou inquérito para apurar a responsabilidade do mesmo nos demais ataques e em ameaças, inclusive de morte, dirigidas aos jornalistas da Afropress.

Da Redacao