Roma – Os jogadores do Milan entraram em campo neste domingo (06/01), no jogo contra o Siena, no Estádio San Siro, em Roma, vestindo camisas com inscrições contra o racismo no futebol. “AC Milan contra o racismo”, diz a mensagem em italiano e inglês.

A atitude do time italiano foi tomada depois do episódio em que o meia ganense Kevin-Prince Boateng, reagiu a ofensas racistas na última quinta-feira, chutando a bola contra as arquibancadas e abandonando o campo, seguido de todos os demais jogadores, num amistoso contra o Pro Patria.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, não gostou da atitude Boateng de deixar o gramado, mas pediu “tolerância zero”, contra o racismo no futebol.

Da Redação, com informações das Agências