Rio – O ator da Globo, Milton Gonçalves e a jornalista Glória Maria, ex-“Fantástico”, decidiram escrever juntos um livro sobre racismo. A idéia, segundo o ator, é dar dicas bem-humoradas para que os negros não caiam “em armadilhas”.
“O povo que mais conta piada sobre si próprio é o judeu. Nem por isso eles são mais sofredores”, disse Milton à Folha.
“Ir para o humor, como fazem os seriados norte-americanos, pode ser uma saída para desmistificar e não deixar os negros ofendidos”, analisa o ator.
Milton diz que os negros muitas vezes se deparam com pessoas que gostam de contar piadas racistas. “Posso falar um palavrão? Tem uma piada assim: “Você sabe o que um negro tem mais que o branco? Tem mais é que se f…” Podemos alertar no livro para essas possíveis formas de agressão, para que o negro, quando ouvir isso, conheça a resposta e possa desarmar a piada. O desafio é achar a forma que não ofenda lá nem cá, que seja esvaziadora dessa dor profunda e secular.” De acordo com Glória, o livro está sendo negociado com editoras.

Da Redacao