S. Paulo – O ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, continua, agenda de visitas e reuniões com lideranças de comunidades da Agenda Social Quilombola. Nesta sexta-feira (07/08), Santos se reúne às 11h com lideranças de Castainho, no município de Garanhus, em Pernambuco.
Antes de seguir para Garanhuns, o ministro chefe da Seppir se reune às 19h desta quinta-feira (06/08), no Palácio do Campo das Princesas, com o governador Eduardo Campos.
O ministro seguiu para Pernambuco depois de inaugurar o primeiro Centro de Referência da Cultura Cigana no Brasil, em Sousa, na Paraíba. O ministro já esteve em julho, em Alcântara, no Maranhão, para reuniões com lideranças.
Castainho
A comunidade de Castainho foi titulada no ano 2000 com uma área de aproximadamente 180 hectares. Mas não foram retirados os particulares que ocupavam as terras -procedimento denominado desintrusão-, o que impediu a efetiva titulação. Após a abertura de novo processo, conduzido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), há expectativa de um desfecho próximo.
As 170 famílias dependem principalmente do cultivo e beneficiamento da mandioca. Embora Pernambuco tenha forte presença de remanescentes de quilombos, Garanhuns se destaca na história.
O surgimento do povoado estaria relacionado ao Quilombo de Palmares, em Alagoas. Os relatos dão conta de que, pela proximidade geográfica, Castainho foi formado por sobreviventes ao ataque que dizimou a nação de Zumbi.
A Agenda Social Quilombola, articulada pela SEPPIR, envolve ações de 14 ministérios e órgãos do Governo Federal e tem orçamento previsto de 2 bilhões de reais para investimentos até 2011.

Da Redacao