Rio – Acontece nesta quarta-feira (02/01) a missa de sétimo dia em memória da médica psiquiatra Lenora Mendes Louro, falecida no dia 26 de dezembro passado, vítima de leucemia. Lenora, que junto com seu companheiro, o historiador Rogério José, escrevia para a Afropress, era médica psiquiatra da Secretaria Municipal de Saúde do Rio, e ultimamente participava da Comissão de Saúde para implementação de políticas voltadas para a população negra.
Ela também foi participante ativa de atividades organizadas por setores do Movimento Negro e nos Postos de Saúde que trabalhou, foi incansável na luta por um atendimento digno e de qualidade à população.
No seu último artigo escrito para a Afropress “O Pôncio Pilatos do Palácio Guanabara”, postado em 28 de outubro, critica duramente a política de segurança do governador Sérgio Cabral.
A Missa está marcada para as 11h, na Igreja Santa Luzia (Esquina da Rua Santa Luzia com a Presidente Antonio Carlos, próximo ao antigo MEC – Palácio Capanema).
A Afropress homenageia Lenora reproduzindo o último artigo assinado pela psiquiatra morta para a Afropress.


https://www.afropress.com/colunista_2.asp?id=428

Da Redacao