Salvador – Antonio Luis Alves de Souza, o Neguinho do Samba (foto), criador do samba-reggae, 54 anos, morreu neste sábado (31/10), em sua casa no Pelourinho, vítima de um infarto fulminante. Neguinho deixa sete filhos.
O corpo do músico, que foi um dos fundadores do Olodum e criador da Escola Didá, está sendo velado na Câmara dos Vereadores. O local e horário do enterro ainda não foram definidos, pois a família aguarda a chegada de um dos filhos, que mora na Itália.
Infarto
Segundo a família, Neguinho vinha reclamando da saúde. Na deste sábado, por volta das 3 horas da madrugada, o músico sentiu-se mal e foi de táxi ao posto médico de Pernambués, onde foi medicado e liberado.
Neguinho era fumante, diabético e cardiopata. Há três meses perdeu uma irmã. Pessoas próximas afirmaram que, em virtude disto, andava triste.
A Secretaria da Cultura suspendeu toda a programação cultural do Pelourinho, neste sábado e domingo. Uma faixa preta permanecerá hasteada no Largo do Terreiro de Jesus, durante três dias, simbolizando o luto.
“A dor é enorme. Foi uma perda irreparável. Não perdemos somente um músico excepcional, mas uma personalidade. Ele foi muito generoso com todos à sua volta. Não dá para acreditar. É um astro que vai continuar vivo aqui com a gente”, declarou, emocionado, João Jorge, presidente do Olodum.
Escola de Percussãio
Neguinho do Samba foi fundador da escola de percussão do Olodum e do bloco Didá, e inventou o “samba-reggae”, modificando tambores para conseguir afinações e sonoridades diferentes.
Filho de um tocador de “bongô” e de uma lavadeira, Neguinho desde cedo treinava percussão tocando nas bacias de alumínio de sua mãe.
Foi eletricista, ferreiro e camelô. Sua música chegou a ser internacionalmente reconhecida. Maestro do Olodum, tocou com David Byrne, Paul Simon e Michael Jackson.
Com Simon, o Olodum gravou o CD The Rhythm of the Saints, em 1990. Feliz com o resultado do trabalho, Simon procurou o músico e lhe ofereceu um carro importado como forma de agradecimento. Neguinho agradeceu a oferta, mas preferiu mudar o presente, e, em vez de um carro, escolheu uma casa no Pelourinho, no mesmo valor, onde fundou sua escola.
Neguinho do Samba aparece no clipe de Michael Jackson They Don’t Care About Us, vestido nas cores do pan-africanismo (verde, amarelo e vermelho) regendo os percussionistas do Olodum.

Da Redacao