S. Paulo – A ex-presidente do Conselho da Condição Feminina, Maria Aparecida de Laia, é a nova coordenadora da Coordenadoria Especial para Assuntos da População Negra da Prefeitura de S. Paulo. Ela será a primeira mulher a assumir o cargo.
Laia foi nomeada para o cargo pelo Secretário de Participação e Parceria, Ricardo Montoro e deve assumir o cargo na próxima semana, em substituição a João Carlos Benício, que ocupava interinamente a CONE desde dezembro. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da Cidade, edição desta sexta-feira.
Entre as propostas que pretende colocar em prática, segundo anunciou, está a construção de uma boa relação com as entidades do Movimento Negro e organização do Conselho Gestor e do Centro de Referência e Combate ao Racismo criada no ano passado por decreto do prefeito Gilberto Kassab.
“Vamos retomar a missão da CONE, valorizando o órgão e trabalhando na elaboração de políticas públicas para serem implementadas pela administração municipal”, afirmou. Ela acrescentou que a eleição dos membros do Conselho Gestor, que deveria acontecer nos dias 11 e 12 de maio, estão adiadas.
A Coordenadoria Especial de Assuntos da População Negra tem uma estrutura pequena – 16 estagiários e mais dois cargos comissionados. Um dos temas que a nova titular precisará tratar será a falta de uma rubrica orçamentária própria. A CONE não tem orçamento para implementar suas ações.
Laia é psicóloga, assistente social, com especialização em Educação em Saúde Pública, pós-graduanda em gerenciamento de serviços de Educação. Foi presidente do Conselho Estadual da Condição Feminina de 1.995 a 2004. Entre março de 2.004 e abril de 2.006 foi coordenadora da Assessoria de Raça e Gênero da Secretaria da Cultura do Estado, desmontada pelo secretário João Sayad.

Da Redacao