Colúmbia/Carolina do Sul – O senador Barack Obama, o primeiro candidato negro com chances de se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, disputa neste sábado (26/01) como franco favorito, as primárias no Estado da Carolina do Sul. Segundo as pesquisas da Reuters-Zogby, Obama lidera com 43% das intenções de voto, contra apenas 25% da ex-primeira dama Hillary Clinton, e 15% do outro candidato democrata, John Edwards.
A diferença, no entanto, alertam os analistas, vem caindo nos últimos dias, porém o senador negro continua com larga vantagem entre os negros, onde dá de 65% a 16% na ex-primeira dama.
A polarização entre os dois candidatos democratas tem se acentuado, em especial pela participação ostensiva do ex-presidente Bill Clinton, na campanha da mulher. “Às vezes eu não sei contra qual dos dois estou concorrendo”, disse Obama durante o debate de segunda-feira, promovido pela CNN. “A única coisa que peço é quando ele (Clinton) me atacar, que o faça baseado em fatos e não em declarações fabricadas”, disse, ao ser entrevisto na quarta-feira, no Programa Good Morning América, da Rede de TV ABC.
Obama venceu o “caucus” (assembléia de eleitores) em Iowa e perdeu as primárias de N. Hampshire e Nevada, porém, continua com maior número de delegados à Convenção Nacional, do que Hillary – 38 contra 36 – porque em Nevada, mesmo perdendo, elegeu maior número de apoiadores por conta do complexo sistema de votação adotado nas primárias americanas.
A importância das primárias na Carolina do Sul é grande porque quem vencer sai fortalecido para a Super Terça, dia 05 de fevereiro, quando 22 Estados realizarão eleições.

Da Redacao