Nova York – O senador pelo Estado de Illinois, Barack Obama, 45 anos, poderá se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos da América. Obama, o primeiro senador negro americano, que nas eleições do ano passado também elegeu o primeiro muçulmano para o Congresso (o deputado eleito Keith Ellison, democrata de Minnesota) – se lançou na semana passada na corrida para se tornar o candidato do Partido Democrata.
Se vencer a disputa com nomes como, Hilary Clinton, entre outros, Obama, que é uma estrela em ascenção na mesmice do panorama político americano, poderá conseguir a façanha de chegar a Casa Branca. Os negros representam cerca de 13% da população americana.
Ele é visto pelos analistas políticos como um moderado pragmático capaz de forjar consensos, que tem como estilo um modo gentil de fazer política num ambiente marcado pelo jogo bruto.
Filho de mãe branca do Estado do Kansas e pai negro, nascido no Quênia, teve uma infância onde conheceu privações, mas conseguiu estudar em Harvard e foi ativista nas ruas de Chicago.
Seu currículo pessoal, que transcende rótulos ideológicos, raciais e regionais, faz certos setores da opinião pública americana, lembrarem a trajetória de Jonh Kennedy, o jovem senador que concorreu à presidência em 1.960, ganhando pelo carisma e por representar a nova geração.
De acordo com analistas da política norte-americano, caso Obama leve adiante a intenção anunciada, só haverá espaço para ele e para Hillary Clinton, entre os democratas que planejam chegar à Casa Branca.

Da Redacao