S. Paulo – Em resposta a mobilização de negros tucanos liderada pelo advogado e ex-presidente do Conselho Estadual da Comunidade Negra do Estado, Antonio Carlos, lideranças negras do PT, PC do B, PDT, PMDB, PSB, PR, PTN, PRTB, PT do B, PRB, PRP e PSDC, estão convocando dois atos em apoio a candidata do PT, Dilma Rousseff, nesta sexta-feira e sábado em S. Paulo.

Os atos em apoio a Dilma Presidente e Michel vice, acontecem nesta sexta-feira, às 18h, no Palácio do Trabalhador (Rua Galvão Bueno, 782 – Liberdade), sede da Força Sindical; no sábado, às 09h30, na sede Estadual do PT, e às 15h, na Casa do Professor – à Rua Bento Freitas, próximo ao Largo do Arouche e do Metrô República.

O secretário de Combate ao Racismo do PT paulista, Cláudio Aparecido da Silva, o Claudinho, disse que “há uma guerra em curso no Brasil, iniciada no último dia 04 de outubro”. “Dois projetos de poder tentam conquistar a confiança do Povo Brasileiro para governar nosso País nos próximos 4 anos. Um representa a continuidade das mudanças que Lula iniciou há quase 8 anos, o outro quer trazer novamente ao nosso País, aquilo que representa o maior atraso já vivido pelo Brasil em sua história, que foi o caos do desemprego, a venda do patrimônio público a preço de banana, o racismo institucionalizado cada vez mais e a volta ao poder daqueles que jamais sequer olharam o povo com senhores de sua própria história, imaginem o que eles pensam sobre o povo negro!”, afirma.

Segundo os organizadores dos atos pró-Dilma é preciso reagir e evitar que “o atraso volte a imperar em nosso país”. “É papel de Negras e Negros do PT, PC do B, PDT, PMDB, PSB, PR, PTN, PRTB, PT do B, PRB, PRP, PSDC, e dos demais partidos que querem conosco garantir ao nosso País no minimo mais 4 anos de avanços e conquistas ao povo trabalhador, além daqueles que não são filiados a nenhum partido mas querem a continuidade desse grande projeto de desenvolvimento social em curso em nosso País”, afirma.

O secretário de combate ao racismo petista não informa quais as propostas defendidas pela candidata que contemplam as reivindicações históricas da população negra paulista e brasileira.

Da Redacao