Botucatu/SP – Liderados pela União Cultural Negra, cerca de cinqüenta ativistas do Movimento Negro de Botucatu – cidade à 235 Km de S. Paulo – , saíram as ruas no desfile comemorativo ao aniversário de 153 anos da cidade. O desfile aconteceu dia 27 de abril, porém, a presença negra em um desfile cívico continua repercutindo positivamente, segundo a presidente da União, Conceição Vercesi.
O desfile, inicialmente previsto para o dia 14 de abril, e que acontece tradicionalmente na Rua Major Matheus, Vila dos Lavradores, teve de ser remarcado por causa das fortes que caíram sobre a cidade naquele dia.
Durante o trajeto que saiu da rua Cezário Mota, seguindo até a Rua Cruz Pereira, ativistas do Movimento Negro, com faixas e cartazes, distribuíram cartilhas da campanha “Onde você guarda o seu racismo”, lançada há três anos pelo Ibase (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas), do Rio, que tem, em S. Paulo, o apoio da ONG ABC sem Racismo e do Movimento Brasil Afirmativo.
Para Conceição, a presença negra no desfile cívico foi uma experiência importante para que a população conheça a realidade da discriminação que afeta cerca de 15% da população de Botucatu. “Esta foi a primeira vez. No próximo ano estaremos de volta agora com mais gente e mais organizados. É mais um espaço que o Movimento Negro passou a ocupar na cidade”, afirmou.

Da Redacao