S. Paulo – O empresário, cantor e apresentador José de Paula Neto, Netinho, reuniu-se na tarde de hoje, na Escola de Sociologia e Política de S. Paulo com o grupo de comunicadores, entidades e lideranças negras que apóia a TV da Gente. A reunião foi chamada para avaliar a apresentação do projeto durante os três dias da 1ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, realizada em Brasília.
Netinho esteve em Brasília, em companhia dos rapper Mano Brown e Ice Blue, dos Racionais MCs, para apresentar o projeto a lideranças e autoridades, entre as quais a ministra Matilde Ribeiro e o senador Paulo Paim, vice-presidente do Congresso. O apresentador também participou de uma audiência pública e de um café da manhã promovido pelo Presidente da Frente em Defesa da Igualdade Racial, deputado Luis Alberto, da Bahia.
A TV da Gente, cuja concessão já foi obtida, entrará no ar no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, com uma grade de programação voltada a pluralidade étnica brasileira. Primeira TV dirigida por negros, o projeto foi possível graças a parcerias que Netinho construiu com empresários angolanos, inclusive com o Banco Angolano de Investimentos (BAI).
No primeiro momento, terá sinal de TV a cabo transmitindo de quatro capitais – São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza, de onde serão geradas as imagens para o resto do país. No médio prazo, a TV, em canal aberto, cobrirá todo o território nacional.
“Eu, sinceramente não esperava tanto. Por onde passei fui muito bem recebido e dos senadores com quem falei ouvi que já estava na hora de termos uma TV preocupada com a população negra. Agente foi prá acertar num passarinho e acertou numa águia”, brincou Netinho.
A ministra Matilde Ribeiro, da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial, disse a Agência Afropress, que apóia o projeto. “Acho muito importante e vamos apoiar”, afirmou.
O apresentador ressaltou que a TV da Gente é um Projeto comercial, mas que pretende está sintonizado com os sonhos, anseios e aspirações da população negra brasileira e quer ser mais um espaço para a sua participação
Também foi destacado na reunião o trabalho dos profissionais de comunicação integrantes do Grupo de Comunicadores da mídia negra e anti-racista de S. Paulo que, durante a Conferência abriu canais para o diálogo e divulgou a TV da Gente para o país.
O próximo passo será a constituição do Conselho Geral Consultivo que terá como função opinar, avaliar e sugerir, além de indicar uma Ouvidoria para a programação da TV. Entre as idéias discutidas está a de iniciar a construção desses Conselhos pelas quatro capitais nos meses de julho a outubro. Netinho quer que, no dia 20 de Novembro, quando o canal entra no ar, o Conselho Geral e os Conselhos nas quatro capitais já estejam constituídos.

Da Redacao