Brasília – Agora é oficial: a Presidente Dilma Rousseff nomeou nesta terça-feira (26/02) o produtor cultural, diretor e ator José Hilton Santos Almeida, o Cobrinha, para assumir a Presidência da Fundação Cultural Palmares, em substituição ao ex-ministro da SEPPIR, Elói Ferreira de Araújo. A portaria de nomeação de Cobrinha está publicada no Diário Oficial da União, edição desta terça-feira, 26 de fevereiro.

A publicação do ato acontece exatamente 26 dias após o anúncio das mudanças na Palmares, com a saída de Elói, cujo cargo foi pedido pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, a quem a autarquia está vinculada. A demora da oficialização chegou a provocar rumores na Esplanada (veja matéria em Afropress, edição de 25/02).

Com a nomeação do novo presidente da Palmares, espera-se a definição do nome do chefe da representação da Fundação, em S. Paulo. Poucos diasa antes de saber que seria trocado, Elói convidou o jornalista e sacerdote Walmir Damasceno, o Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi, dirigente do Terreiro Nzo Tumbansi, em Itapecerica da Serra, cidade da região metropolitana da Grande S. Paulo, para assumir a representação em S. Paulo, em substituição ao também jornalista Nuno Coelho.

Com a mudança na direção na Palmares, a mudança em S. Paulo, ficou em suspenso. Procurado por Afropress, Damasceno não foi encontrado. Sabe-se, porém, que seu nome, tem recebido apoios não só em S. Paulo, mas em todo o Brasil, especialmente nas casas e entidades religiosas de matriz africana.

Da Redacao