As pesquisas publicadas pelo Data Folha, este final de semana, trouxe uma grande surpresa. O desempenho eleitoral do Ex Presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa.

Sem abrir a boca, sem fazer um único discurso, sem sequer confirmar sua candidatura a Presidente da República, não tendo nem mesmo o apoio, até o momento, do partido ao qual se filiou recentemente, o PSB, o Ex Ministro do Supremo chega a casa dos 10% de intenção de voto, igualando-se ou superando candidaturas postas há anos no cenário político, como as de Ciro Gomes e Marina Silva.

Seria esta "a novidade" que a população brasileira estaria buscando para superar suas frustações com o mundo da política? Seria ele o primeiro negro a ser Presidente da República, num país tão racista? Teria o Joaquim Barbosa as condições e o perfil para reconciliar a nossa sociedade numa quadra tão difícil da política brasileira, onde a intolerância, o ódio e o sectarismo tem predominado? .

A impressão que tenho é que ninguém, nem mesmo os mais experimentados políticos ou especialistas nos humores eleitorais da nação, saberia respondê-las no momento. Este é um enigma que precisa ser rapidamente decifrado para que possamos interpretar corretamente a vontade popular para o processo eleitoral de 2018.

Toca a zabumba que a terra é nossa!

 

 

 

Zulu Araújo