Brasília – Chegou ontem (17/10) ao Brasil, Doudou Diène, Relator especial da Comissão de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Formas Contemporâneas de Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Correlata. O Relator tem agendado encontros com lideranças de organizações da sociedade civil e autoridades, entre os quais, o Secretário de Justiça e Defesa da Cidadania de S. Paulo, Hédio Silva Jr.
No anúncio da chega do Relator da ONU o Itamaraty informou que o objetivo da visita – que será encerrada no dia 25/10 – é conhecer os avanços e iniciativas do governo para a promoção da igualdade racial.
Entre as autoridades com as quais estão agendados encontros estão os governadores da Bahia, Paulo Souto, e de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, bem como Secretários de Justiça e Direitos Humanos do Rio de Janeiro.
Doudou Diène, nascido no Senegal, é advogado e cientista político, além de doutor em Direito Público. Atuou como vice-presidente e secretário do Grupo Africano e do G-77 e foi Diretor da Divisão de Projetos Interculturais da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). Em 2002, foi designado relator especial da ONU para o racismo.
Em seu mandato, ele tem abordado o tema da incompatibilidade entre democracia e racismo, de autoria do Estado brasileiro e que tem sido aprovado por consenso todos os anos na Comissão de Direitos Humanos (CDH) desde 2001. Mas seu interesse maior são as plataformas dos partidos políticos. Diène fará um relatório de sua visita ao Brasil, a ser apresentado na 62ª Sessão da Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas, em abril de 2006.

Da Redacao