Gosto muito da Afropress e acho o veículo um instrumento estratégico na luta contra o racismo no Brasil. Gostei muito do novo layout. Há no veículo um posicionamento sincero na luta contra o racismo no Brasil.

Não me incomodo com as críticas que, eventualmente, recebo. Claro, a gente sempre prefere ser elogiado, mas se não sou, não me incomodo, não me sinto pessoalmente atingido, porque respeito o direito e à liberdade de expressão do veículo e não o ataco.

Não consideramos as críticas de cunho pessoal. Acho que a Afropress é um patrimônio, que nós temos e uma mídia das mais relevantes, dada a durabilidade dela. É uma imprensa formuladora. Consegue colocar a lupa onde deve ser colocada. Ela respeito muito suas fontes. Eu acho isso muito importante.

Edson França

Coordenador Geral da União de Negros pela Igualdade (UNEGRO)

Edson França