Piracicaba – A funcionária pública Marly Pimenta, secretária da Sociedade Beneficente Treze de Maio – um dos mais antigos clubes de negros de S. Paulo – é a representante do Movimento Brasil Afirmativo, em Piracicaba, responsável pela mobilização e da coleta de assinaturas em defesa da aprovação do Estatuto da Igualdade Racial e do PL 73/99.
Ela disse que tem acompanhado a mobilização visando pressionar o Congresso a votar o Estatuto e o PL e se propôs a chamar as lideranças negras e anti-racistas a se mobilizarem.
Marly defendeu maior unidade das entidades do movimento em favor de ações concretas como é o caso da pressão sobre o Congresso e quer liderar uma rede de ativistas comprometidos em coletar o maior número possível de assinaturas no Abaixo-Assinado, que será levado aos presidentes da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia, e do Senado, Renan Calheiros. “Fiquei muito feliz de poder parte do Brasil Afirmativo”, acrescentou.

Da Redacao