Mauá/ABC – O ativista Aparecido Anthony é o primeiro titular da Coordenadoria de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial e Étnica de Mauá, criada pela Lei 3.816/2005, sancionada no mês passado. Portaria do prefeito Diniz Lopes neste sentido – a 4.286/2005 -, retroativa a 8 de agosto, foi publicada terça-feira (23/08) no Diário Oficial.
Anthony, 27 anos, foi uma das lideranças de maior destaque na 1ª Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial do Município, fazendo parte também da organização da Conferência Regional, ambas preparatórias para a Conferência Nacional, realizada em Brasília nos dias 30 de junho e 1º e 2 de julho pelo Governo Federal.
Ele começou sua militância em defesa da igualdade racial e do combate ao racismo na ONG ABC sem Racismo, entidade da qual é um dos dirigentes. À frente da Coordenadoria, Anthony disse que buscará, em sintonia com o prefeito e com a Secretária de Educação, Ângela Donatiello (a quem a Coordenadoria está subordinada) encaminhar as propostas da “Declaração de Mauá”, documento aprovado na Conferência.
“Vamos trabalhar em total sintonia com a secretária Ângela e em conjunto com outras pessoas que, na administração vinham discutindo as questões de gênero, como Noeme Ferreira. O Prefeito Diniz Lopes está demonstrando que, quando se tem vontade pra fazer as coisas acontecem. Em pouquíssimo tempo, ele já fez mais do que os oito anos da gestão passada”, afirmou Anthony.
A Coordenadoria foi criada pela Lei 3.816/2005, sancionada pelo prefeito no mês passado, em ato que contou com a presença do cantor e apresentador Netinho de Paula. Netinho compareceu para apoiar o ato e também para prestigiar Anthony pelo trabalho que o ativista vem realizando em Mauá e no ABC.
Entre as ações previstas pelo Coordenador está um Curso de formação para os servidores públicas com a importância da coleta de dados, considerando os quesitos raça/cor e etnia; criação de uma Comissão Intersecretarial dos servidores públicos para tratar da temática racial e étnica, inclusão da Lei 10.639 no currículo das escolas do ensino fundamental mantidas pelo Município, a criação de um “Selo Empresa – Promovendo a Igualdade Racial e Étnica” e criação do Espaço Temático Zumbi dos Palmares, dentre outras.
Mauá é a primeira cidade da região do ABC a contar com o órgão público comprometido com a promoção da igualdade Racial, criado por Lei e com funções na administração. Santo André e Diadema, também dispõem de espaços para discussão desse tema, porém, apenas em nível de assessoria, sem qualquer autonomia e com funções mais simbólicas.
Afropress – Agência Afroétnica de Notícias – novo.afropress.com

Da Redacao