Oslo/Noruega – Alzira Rufino, fundadora e presidente da Casa da Cultura da Mulher Negra de Santos, Nilza Iraci, jornalista do Geledés – Organização de Mulheres Negras e Eliana Potiguara, escritora e liderança indígena, estão entre as mulheres que concorrem ao Nobel da Paz que será anunciado hoje dentro do Projeto Mil Mulheres para a Paz. Disputam ao Prêmio 199 concorrentes, entre eles, o cantor Bono Vox, da banda U2, o Papa João Paulo II e o ex-secretário norte-americano Collin Powell.
Alzira e Eliane disseram que a inclusão dos seus nomes já representa uma vitória, respectivamente, das populações negra e indígena, povos vitimas da escravidão e, no caso destes últimos, de genocídio praticado pelo colonizador europeu.
De S. Paulo, são treze as mulheres que tiveram seus nomes inscritos no Projeto. Hoje, a partir das 17 horas, haverá reunião no Espaço da Cidadania, Páteo do Colégio, onde serão homenageadas.
Entre as cariocas que concorrem ao Prêmio, estão as atrizes Ruth de Souza e Zezé Motta, e a ex-governadora Benedita da Silva. “Sabendo da importância e expressão do Prêmio Nobel, é sempre um orgulho. A emoção é ainda mais significativa porque, entre essas mulheres, 52 são brasileiras” disse Benê a Afropress.
Para Zezé Mota, criadora do Centro de Informação e Documentação do Artista Negro, não há nada mais gratificante do que ajudar o próximo. “É como eu dizia para a Dona Ruth Cardoso (ex-primeira-dama) quando trabalhávamos juntas: atuar na área social é um vírus que vai se alastrando e não se consegue mais parar”.
Mais de 150 países participaram da escolha das candidatas. A coordenadora do projeto no Brasil, Clara Charf, disse que o comitê brasileiro recebeu mais de 300 sugestões: “Formamos uma grande rede de apoio por todo o País. Acho que por isso tivemos tantas indicações”.
O prêmio (em torno de R$ 3,6 milhões) será entregue em 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. No ano passado, a vencedora do Nobel da Paz foi a ecologista queniana Wangari Maathai, primeira mulher africana e primeira ambientalista a ganhar o prêmio.

Da Redacao