Miravânia/MG – Estão presos em Miravânia, cidade ao norte de Minas Gerais, Edson Gonçalves Costa, 18 anos, e mais dois menores de 15 e 16 anos, assassinos do índio da aldeia dos xacriabás, Avelino Nunes Macedo, de 25 anos.
Os três, de acordo com a Polícia, saiam de uma festa em um ginásio no distrito de Virgínio, em Miravânia, na madrugada de domingo (16/09) e encontraram com Avelino. Resolveram então brincar com o indígena tentando tirar suas roupas. Macedo reagiu e foi espancado com chutes até a morte.
Os suspeitos foram indiciados por homicídio qualificado por motivo fútil. Os menores permanecem detidos em uma cela na cadeia pública de Manga, município vizinho. Um pedido de detenção por 45 dias dos adolescentes deverá ser decidido pelo Ministério Público. O maior permanece preso na cadeia pública do distrito.
O caso lembra o episódio em que jovens da classe média de Brasília queimaram o índio Pataxó Galdino Jesus dos Santos no dia 20 de abril de 1.997.

Da Redacao