S. Paulo – O Sindicato dos Escritores, o Congresso Nacional Afro Brasileiro (CNAB) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de S. Paulo, realizarão nesta quinta-feira (26/06), a partir das 20h, sessão solene em homenagem ao professor Eduardo de Oliveira, o primeiro vereador negro eleito em S. Paulo.

Jornalista, escritor – é diretor emérito do Sindicato dos Escritores de S. Paulo – e poeta, o professor Eduardo de Oliveira morreu em 12 de julho de 2012, aos 86 anos. A homenagem será na sede do Sindicato dos jornalistas à Rua Rego Freitas, 530 – República, centro de S. Paulo.

Oliveira foi também, em 1.995, um dos fundadores do Congresso Nacional Afro-Brasileiro, entidade que reúne ativistas do movimento negro ligados ou próximos ao Partido Pátria Livre e Liberdade (PPL).

Como escritor e poeta imprimiu na força dos seus versos a luta dos negros pela conquista de direitos. Publicou, desde 1.958, no total 9 livros.  Em 1.998 lançou a enciclopédia “Quem é Quem na Negritude Brasileira”, trabalho de pesquisa que retrata a vida de personalidades negras de destaque em diversas áreas da sociedade.

Quem o conheceu e os seus amigos mais próximos destacam a grandeza da sua figura humana, “de generosidade ímpar, afável e sem rancores, porque acreditava profundamente, antes de mais nada, na grandeza dos seus humanos”.

Ele é também autor do “Hino à Negritude”, que se tornou Hino oficial em todo o território nacional, no dia 28 de maio passado, após ser aprovado Projeto de Lei pelo Congresso Nacional, sancionado pela Presidente Dilma Rousseff.

Da Redacao