Rio – O Monumento a Zumbi dos Palmares, símbola da luta contra o racismo inaugurado em 1.986, na Praça Onze, Avenida Presidente Vargas no Rio, amanheceu na manhã deste domingo (05/06) pixado com frases e xingamentos racistas.
A escultura da cabeça do líder negro – que durante quase 100 anos comandou a resistência no Quilombo dos Palmares – foi pintada de branco e em sua base foram escritos xingamentos racistas como “invasores malditos” e “fora macacos”. Também foi desenhada uma suástica, o símbolo do nazismo.
De acordo com a Prefeitura, a limpeza da obra já foi feita pela Seconserva (Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos), junto com Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) e sob orientação da Gerência de Monumentos e Chafarizes.
Além da limpeza imediata, a Seconserva apresentou ainda hoje uma queixa formal à Polícia Civil. O secretário municipal Carlos Roberto Osório solicitou à Secretaria Estadual de Segurança prioridade nas investigações que possam levar à prisão dos vândalos.
A escultura pesa 800 quilos e havia sido restaurada no ano passado, pois apresentava risco iminente de queda e era alvo constante de pichadores. A restauração custou em torno de R$ 60 mil.
O monumento a Zumbi dos Palmares foi idealizado pelo senador e antropólogo Darcy Ribeiro para homenagear Zumbi, líder da resistência negra durante o Brasil escravocrata.

Da Redacao