Rio – Religiosos de todo o País estarão reunidos, no próximo domingo (19/09), a partir das 11h, na Praia de Copacabana, para a 3ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa. Candomblecistas, umbandistas, wiccas, hare krishnas, ciganos, índios, judeus, mulçumanos, católicos, evangélicos e agnósticos marcham em defesa do direito a um Estado laico.
Durante o evento, várias atividades culturais vão chamar atenção por todo o percurso dos participantes. Entre as apresentações, a cantora Rita Ribeiro e meninos do projeto-escola Olodum fazem parte das atrações mais esperadas.
A Caminhada é organizada pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) que, desde 2008, promove a marcha após uma série de acontecimentos contra o preconceito em relação à religião. A gota d´água para a formação do movimento se deu depois que traficantes, convertidos por líderes religiosos neopentecostais, resolveram expulsar membros da Umbanda e do Candomblé de uma comunidade na Ilha do Governador.
Para o interlocutor da Comissão, babalawo Ivanir dos Santos, a ideia é de ratificar a importância da liberdade. “Precisamos alertar a sociedade contra qualquer tipo de intolerância religiosa. Nenhuma pessoa pode se sentir acuada ou ignorada por conta de sua opção religiosa. O Criador é um só, e precisamos nos respeitar dentro dessa diversidade que há no Brasil”, diz o babalawo.
Em setembro de 2008, 20 mil pessoas participaram da Caminhada. No ano passado, 80 mil mostraram a intenção de dar fim a este tipo de preconceito. Já para 2010, a CCIR espera reunir cerca de 150 mil.
Atividades culturais
Além do show Tecnomacumba, de Rita Ribeiro, 18 componentes do projeto-escola Olodum vêm da Bahia para uma apresentação especial aos religiosos. Tambores da escola de samba Viradouro vão esquentar a Avenida Atlântica, assim como rodas de capoeira, cirandas, dança cigana, afoxé, entre outros.
Equipes médicas, policiais militares, guardas municipais e 50 voluntários do Sindicato dos Estivadores, “Sónosnaestiva” ajudarão na segurança e conforto dos participantes. O fim da caminhada está previsto para 16h, no Leme.

Da Redacao