As reuniões da Parada acontecem aos sábados, às 10 horas. Neste, 04 de novembro, será no Conselho da Comunidade Negra do Estado de S. Paulo, Rua Antonio de Godoy, 122 – Centro.
A Parada será um chamado a todos os negras e negras de S. Paulo e aos aliados da luta anti-racista e por igualdade racial no Brasil, a ocuparem a Avenida Paulista no dia 20/11, que é feriado municipal em S. Paulo para “não deixar que a data passe em branco”.
A proposta da Parada é reunir não apenas militantes do Movimento Negro em torno de suas propostas políticas, mas todos os negros e negras independente de partidos, do centro e da periferia, do hip hop, da capoeira, o povo de santo, os evangélicos negros, os empresários e empreendores negros, os estudantes, as escolas de samba, enfim, todos os que tem identidade com a cultura negra.
Segundo os organizadores, que não estão ligados a quaisquer partidos e ou governos, a idéia é que o povo negro desfile na Paulista com sua cultura, suas tradições e suas reivindicações históricas por igualdade e contra o racismo.
O ponto de encontro da Parada Negra está marcado para as 12h, no vão do MASP na Avenida Paulista.
Informações: com os membros da Comissão Organizadora
Email: [email protected]