Rio – A Acadêmicos do Salgueiro abriu neste domingo, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, o desfile das escolas de samba do Grupo Especial do Rio, com o enredo “Microcosmos – o que os olhos não vêem, o coração sente”. A Comissão de frente mostrou homens vestidos como aranha e agulhas em uma referência a arte de tecer a história da vida.
O samba cantado pelo puxador Quinho encontrou as arquibancadas do Sambódromo ainda frias e o desfile não chegou a empolgar, apesar da beleza das fantasias e da explosão de cores. A escola desfilou com 3.800 integrantes e 31 alas. A atriz Luana Piovani foi destaque da escola sambando no chão.
O governador de S. Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que disputa com José Serra a indicação para ser candidato do Partido à Presidência, desceu do camarote do vice-prefeito do Rio, Otávio Leite, até a pista, onde assistiu parte do desfile.
Neste momento a Acadêmicos da Rocinha, com o enredo “Felicidade não tem preço” está encerrando sua apresentação em meio a uma chuva insistente que comprometeu o desfile apesar da animação dos seus componentes. Ainda hoje passarão pelo Sambódromo, a Imperatriz Leopoldinense, Caprichosos de Pilares, Vila Isabel, Grande Rio e Beija Flor.
O desfile do Grupo Especial do Rio continua nesta segunda feira com a Porto da Pedra, Mangueira, Viradouro, Mocidade Independente, Unidos da Tijuca, Império Serrano e Portela.

Da Redacao