Salvador – O Secretário Municipal da Reparação, Gilmar Santiago, anunciou, durante encontro com representantes de órgãos públicos do Estado e da sociedade civil, como o setor do comércio e o movimento sindical, que a Prefeitura de Salvador, também terá o seu Selo Diversidade no Trabalho, a exemplo do que está acontecendo em S. Paulo (veja manchete).
O anúncio foi feito durante exposição do jornalista Dojival Vieira, presidente da CIM-Diversidade, que esteve em Salvador, representando a Secretaria do Trabalho de S. Paulo, para falar da experiência do Selo, lançado em S. Paulo.
O Encontro, realizado no Sebrae, na tarde de quarta-feira, reuniu representantes da Secretaria do Trabalho de Salvador e de Promoção da Igualdade Racial e de Mulheres do Estado, além do representante da Associação Brasileira de Indústrias de Hotéis, Luis Blanc.
“Vamos também criar o Selo Diversidade no Trabalho – Cidade de Salvador. Trata-se de uma iniciativa importante, adotada em S. Paulo, no sentido de abrir o debate sobre a urgência de se combater a discriminação contra negros e mulheres e valorizar e promover a diversidade na sociedade”, afirmou Santiago.
O secretário fez uma exposição a respeito das ações que vem sendo desenvolvidas pela Secretaria da Reparação de Salvador, que tem ações e programas de combate à discriminação. Cerca de 80% da população de Salvador é negra, porém, esse segmento não está representado proporcionalmente nos postos de trabalho.
Uma das experiências da Secretaria foi a criação de um Banco de Competências, diante da queixa dos empresários – em especial do comércio lojista – de que não contratavam pela inexistência de qualificação. A Secretaria montou um Banco com cerca de 300 currículos de jovens, porém, nenhum deles foi chamado.
Mais recentemente, no setor de shoppings, foi assinado convênio para a qualificação de jovens negros que, no entanto, continuam a ter dificuldades para acessar as vagas disponíveis no mercado.
Antes do Encontro no Sebrae, o assessor técnico da Secretaria do Trabalho de S. Paulo, se reuniu com técnicos da Secretaria da Reparação de Salvador, para a troca de experiências.

Da Redacao