Brasília – O deputado Carlos Santana (PT-RJ), presidente da Frente Parlamentar da Igualdade Racial no Congresso, destacou nesta quinta-feira (13/09), a importância do indiciamento pela Polícia Federal dos três estudantes acusados pelo atentado aos africanos em março passado, na Casa do Estudante da UnB.
“Lamentavelmente, no país, a informação sobre esse tema vem sendo sonegada. Nós esperamos que a grande imprensa divulge, com muita ênfase esse laudo para podermos, de uma vez por todas, tirar essa mística de dizer que não existe racismo no Brasil. É muito importante que a Polícia Federal tenha concluído pelo indiciamento. Essas pessoas já tinham uma prática de hostilidades aos africanos, com atitudes marcadamente racistas, antes do incidente”, afirmou.
Segundo o deputado, autor do pedido de informações à Superintendência da Polícia Federal sobre o andamento do inquérito 307/2007, o fato demonstra que valeu a pena a luta do movimento negro organizado. “Vamos continuar na vigília contra qualquer tipo de discriminação e, ao mesmo tempo, exigindo reparações históricas a tudo aquilo que foi feito ao povo afro-descendente”, concluiu.

Da Redacao