Santos – Mais uma cidade do Estado de S. Paulo dá um passo para enfrentar a desigualdade racial que aparece em todos os indicadores sócio-econômicos, criando órgãos na administração pública com objetivo de implementar políticas para enfrentar o racismo e a discriminação.
Desta vez foi Santos, a principal cidade da Baixada, que, numa iniciativa do prefeito José Papa e como parte de uma reforma administrativa na Prefeitura, criou a Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial e Étnica do Município (Copire).
Para dirigir a Coordenadoria, que terá como finalidade implementar políticas públicas em defesa da igualdade racial, foi escolhido José Ricardo dos Santos, militante do movimento negro, há cerca de 15 anos.
Ele está há mais de 10 anos à frente do Conselho da Comunidade Negra da cidade e participou da delegação que esteve na Conferência Mundial contra o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância Correlatas, promovida em 2.001, pela ONU, em Durban, África do Sul. José Ricardo também é fundador da Associação Cultural dos Afro-Descendentes da Baixada Santista – AFROSAN – entidade criada em março de 2.002 para a defesa da população negra da região.
A posse será nesta sexta-feira, 14/10, às 15h no Salão Nobre “Esmeraldo Tarquínio” na Prefeitura, à Praça Mauá S/Nº, Centro.

Da Redacao