Santos/SP – Com uma palestra que será seguida de debate sobre “Mídia e Racismo”, aberta a jornalistas, estudantes de Jornalismo e profissionais da comunicação, o Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Santos, encerra nesta sexta-feira (23/11) a Semana da Consciência Negra comemorativa dos 25 anos do órgão.

Para falar do tema o Conselho convidou o editor de Afropress, jornalista Dojival Vieira, que abordará a forma como a mídia reproduz o racismo institucional ao relegar o tema e da discriminação que atinge 50,7% da população brasileira, que é negra, à invisibilidade.

Na palestra, o jornalista falará sobre a experiência da Afropress – Agência de Notícias on line – que, além de tratar do tema, procurando furar a barreira da invisibilidade, tem buscado a interlocução com jornalistas e profissionais dos grandes veículos para romper as barreiras no tratamento do tema. “É preciso enfrentar e combater a ignorância sobre a herança maldita do escravismo e de como ela se reflete hoje na realidade do nosso país. Temos avançado, mas a caminhada é longa e é fundamental o engajamento e a participação de todos, negros e não negros para um Brasil sem racismo”, afirmou. A palestra, seguida de debates, acontecerá a partir das 14h na sede da OAB/Santos, à Praça José Bonifácio, centro.

Segundo estudos da Fundação Seade, com base no Censo do IBGE 2010, em Santos, 26,7% da população se autodeclara negra (preta e parda). Os brancos autodeclarados são 72,2% dos habitantes, 1,0% se declara amarelo e 0,1% indígena. No Estado de São Paulo, esses valores são, respectivamente, 63,9%, 29,1%, 5,5%, 1,4% e 0,1%.

Conselho

O Conselho da Comunidade Negra de Santos foi criado em 1.987 por decreto do então prefeito Oswaldo Justo e, segundo sua vice presidente, advogada Tatiana Evangelista, tornou-se, desde a criação, uma referência regional, conseguindo implementar políticas públicas afirmativas. Teve como primeiro presidente Hermeto Ireno, o Bola.

Entre as conquistas está a criação da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial e Étnica do Município (COPIRE), na gestão do atual prefeito João Paulo Tavares Papa.

Santos também tem em seu calendário oficial datas fundamentais para a valorização da autoestima da população negra. – O Dia do Turismo Étnico Afro-brasileiro (20 de Julho), Dia Municipal do Hip Hop (13 de maio) e Dia Municipal Esmeraldo Tarquínio (14 de abril) e o Feriado Municipal da Consciência Negra (20 de Novembro).

Da Redação