S. Paulo – Numa parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), com o Instituto Adolpho Bauer (IAB), de Curitiba, Coletivo de Empresários e Empreendedores Negros de S. Paulo (CEABRA/SP) e Associação Nacional dos Coletivos de Afro-empreendedores (ANCEABRA), será lançado nesta segunda-feira (05/08), a partir das 15h, no salão nobre da Câmara Municipal de S. Paulo, o Projeto Brasil Afroempreendedor. 

Com parte do Projeto, que prevê recursos de até R$ 5 milhões, serão realizadas nos próximos dois anos em 12 Estados, ações de capacitação e formação de micro e pequenos empresários afro-brasileiros, microempreendedores individuais e comunidades negras remanescentes de quilombos.

Segundo o coordenador executivo do Brasil Afroempreendedor, João Carlos Nogueira, inicialmente está prevista a participação de 1.200 empreendedores, "com o objetivo de fortalecer a Rede Nacional de Micro e Pequenos Empresários e Empreendedores Individuais Afro-Brasileiros, focada na troca de experiências, intercâmbios e desenvolvimento de negócios solidários para o fortalecimento econômico deste segmento".

Os projetos selecionados terão acompanhamento, com ações de formação, capacitação em gestão, democratização de financiamentos e de acesso ao crédito e inovação tecnológica. “O projeto Brasil Afroempreendedor pretende fornecer as bases para a construção de uma Política Nacional de Fortalecimento do Empreendedorismo Afro-Brasileiro, estruturando propostas de Programas de Apoio aos Empreendedores Afro-Brasileiros. Da mesma forma, o projeto Brasil Afroempreendedor pretende contribuir de forma relevante para a inclusão das populações afro-brasileiras no processo deste “novo” ciclo de desenvolvimento por que passa o País”, afirma Nogueira, que é consultor do SEBRAE nacional.

Da Redacao