Os defensores da Dilma estão exagerando nessa! Foi falta de educação, sem dúvida. Falta de respeito com a Chefe do Executivo, sem dúvida. Mas falta de educação e de respeito típica dos torcedores de futebol (ricos e pobres, de todos os times) que fazem em todas as partidas do campeonato paulista, do campeonato brasileiro, do campeonato carioca etc.

Portanto, só quem assiste jogo apenas na Copa do Mundo é que achou novidade a musiquinha. É todo jogo: "Ei juiz, VTNC!", "Ei, 'fulano' (adversário, ou técnico ou dirigente do clube), VTNC!". Não defendo a atitude, mas foi uma forma (exagerada) de demonstrar a insatisfação com o Governo.

Some-se a isso o famoso "efeito manada" típico de ação multitudinária: alguém começou e os demais foram atrás. Agora a Exma. Presidenta vai se vitimizar todos os dias até a eleição. Tudo bem … mas ganhar voto por isso é demais!!!

Também não vejo machismo, no caso: se ofendem juiz, goleiro adversário, técnico de futebol do mesmo modo, onde está o "machismo" na ofensa? Só se for "machismo" mandar alguém tomar naquele lugar.

Mas fica o recado para a presidente do país que prometeu atacar a corrupção e que nada disse quando seus partidários atacaram a condenação dos mensaleiros e que faz alianças com Paulo Maluf, José Sarney etc. Vamos contextualizar melhor a questão?

Christiano Jorge Santos