Sofia (Bulgária) A torcida do CSKA, time da Bulgária, passou toda a partida contra o Liverpool, da Inglaterra, na semana passada, produzindo sons de macaco toda vez que o atacante francês Djibril Cissé, do time inglês, pegava na bola.
Segundo o jogador, que é negro, este foi o primeiro episódio envolvendo racismo numa partida de que participou. “Quando acontece dói”, disse Cissé. Os dirigentes da União das Confederações de Futebol Européia (UEFA) estão aguardando o relatório do delegado da partida e prometeu abrir investigação.

Da Redacao