O presidente da Coalizão de Trabalhadores Negros dos Estados Unidos (Coalition of Black Trade Unions), William Lucy, disse que as ações afirmativas também no mercado de trabalho são fundamentais não apenas para resgatar o direito à igualdade para a população negra, mas também como referência para as novas lideranças.
Lucy, que participou da Conferência representando o sindicalismo negro norte-americano destacou a importância de uma política que permita a geração de empregos para a juventude negra e a conquista do acesso à Educação e aos direitos básicos da cidadania. A Coalização, segundo Lucy, nasceu em 1.972, por ocasião das eleições entre os candidatos Richard Nixon e George Macgovern à Presidencia dos EUA, quando o movimento sindical adotou a posição de neutralidade.
Os negros, que correspondem a 30% dos trabalhadores sindicalizados, sentiram então a necessidade de criar um instrumento para pressionar o movimento sindical por políticas de inclusão, especialmente na área da saúde e fundos de pensão. A população negra norte-americana representa 13% da população do país.

Da Redacao