Rio – O Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) promoverá a festa de entrega do Prêmio Camélia da Liberdade – 6ª edição, no próximo dia 16 de novembro, a partir das 20h30, no Espaço Viva Rio, no Flamengo.
A novidade da edição deste ano é a homenagem que será prestada as mulheres negras do Brasil. O Prêmio tem patrocínio da Petrobrás. Já confirmaram presença a cantora Elza Soares e Luiz Melodia. Também estarão no Viva Rio, atuando como mestres de cerimônia, o ator Érico Brás, e a atriz e poeta, Elisa Lucinda.
Prêmio Camélia
A entrega do Prêmio Camélia da Liberdade acontece desde 2.005. O Conselho do Prêmio é responsável pela indicação e um júri formado por sete membros de vários campos de atividade definem quem devem ser os premiados.
Os membros do júri do Prêmio são Ivanir dos Santos (foto), do Conselho Estratégico do CEAP; o professor do curso de pós-graduação em História da UFRJ, Álvaro Pereira do Nascimento; a doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ, Azoilda Loretto da Trindade; a mestre em Comunicação e Cultura pela UFRJ, Angélica Basthi; o diretor executivo da Incubadora Afro-Brasileira, Giovanni Harvey; a ouvidora da Fundação Petrobras de Seguridade Social, Vanda Maria de Souza Ferreira. Também faz parte do júri, o procurador federal do Trabalho, Wilson Prudente.
Celebridades
Estão confirmadas também as presenças dos atores Milton Gonçalves, da apresentadora Joyce Ribeiro, dos atores da Globo Isabel Filardis, Antonio Pitanga, Serjão Loroza, André Ramiro, Leandro Firmino, Roberta Rodrigues e Rafael Zulu. O cantor Dudu Nobre também confirmou presença.
Consciência Negra
Para o secretário executivo do CEAP, Luiz Carlos Semog, o fato de o Camélia acontecer no mês de novembro é um ganho para todo o Brasil, já que o Dia Nacional da Consciência Negra é comemorado no dia 20. “O Prêmio sempre acontece no início de cada ano. Ter um evento como o Camélia nas proximidades da Consciência Negra ajuda a combater o racismo e destaca o Rio de Janeiro como uma cidade pioneira neste trabalho, uma vez que reúne grandes personalidades e propaga as Ações Afirmativas”, declarou.
O CEAP é uma instituição de excelência na batalha pela afirmação da identidade negra e de busca por inclusão social e política. O combate à desigualdade e ao racismo é uma das abordagens defendidas.
“É uma das poucas iniciativas no País que reconhece, politicamente, instituições e pessoas, cujas práticas de Ações Afirmativas se caracterizam como exemplares no processo de inclusão social de negros”, completou Semog.
Sobre o CEAP
O CEAP é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, vinculação partidária ou religiosa. Foi fundada no Rio de Janeiro, em 1989, por ex-internos da extinta Fundação Nacional do Bem-Estar do Menor (Funabem), com a ajuda de representantes da comunidade negra e do movimento de mulheres. A história do CEAP é marcada pelo trabalho relativo às questões de defesa e promoção dos direitos humanos e relações raciais, educação, formação continuada de professores e mercado de trabalho.
Serviço:
Prêmio Camélia da Liberdade 2011
Data:16/11/2011 (quarta-feira)
Local: Vivo Rio
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo – Rio de Janeiro – RJ

Da Redacao