Uberlândia/MG – A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) realizará, de 05 a 08 de novembro, no campus Santa Mônica, Mostra de filmes africanos e de suas diásporas, como parte do Programa Municipal de Incentivo a Cultura.

A Mostra de cinema faz parte do projeto “A coisa tá Preta!”, que tem como objetivo refletir sobre a expressão “a coisa tá preta”, que está associada pelo senso comum a coisa ruim ou acontecimentos ruins.

Durante a Mostra serão exibidos documentários e filmes que abordam a questão do negro e de suas culturas, com o propósito de valorizar as manifestações culturais de matrizes africanas, bem como incentivar a reflexão sobre a situação do negro no Brasil.

Segundo os organizadores “mais do que assistir a filmes, trata-se de um convite ao debate a reflexões para que nesse espaço tempo haja construções, desconstruções e reconstruções de ideias sobre a temática afro-racial brasileira”.

Neste ano o “A coisa tá Preta!” percorreu escolas das regiões periféricas – geográfica e social – de Uberlândia. Em todas as sessões haverá a participação de estudantes das escolas públicas de Uberlândia e de um convidado para debater o filme/documentário.

João Gabriel do Nascimento, diretor de Assuntos Estudantis do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB/UFU) e organizador da Mostra, lembra que, de acordo com o IBGE, 51,1% da população brasileira é formada por negros (pretos e pardos). “Sem perder de vista essa porcentagem, temos que atentar a outros dados que tendem a influenciar de forma nociva nesse resultado, a exemplo do relatório sobre ações discriminatórias em âmbito escolar de 2009 da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) que nos mostra que o preconceito racial é um dos três preconceitos mais praticados nas escolas brasileiras”, afirmou.

Da Redação