Atlanta (EUA) – Coretta Scott King, de 78 anos, viúva do líder dos direitos civis norte-americano, Martin Luther King, sofreu um infarto na última terça-feira, 16/08, e está internada no Hospital Piedmont de Atlanta.
A viúva do líder negro, segundo os médicos sofre de fibrilação no átrio, um quadro cardíaco que causa irregularidades nos batimentos do coração. O jornal Atlanta Journal Constitution publicou hoje (17/08) que, segundo amigos da família, King sofreu vários infartos leves e que na terça-feira teve um mais agudo. O ex-embaixador americano nas Nações Unidas, Andrew Young, amigo da família, disse ao jornal que tinha falado com Coretta por telefone recentemente.
Bárbara King, uma amiga de Coretta King, disse à imprensa que tinha conhecimento de que ela não estava bem, porém, não tinha noção da gravidade. “Coretta foi uma mulher valente durante todos esses anos.Sempre digo às pessoas que ela foi a esposa que manteve vivo seu marido nos corações e nas mentes de todos nós com a construção do Centro King e com o dia de comemoração nacional em memória de King”, afirmou.
Após o assassinato de Luther King, Coretta fundou fundou o Centro King em Atlanta para promover sua filosofia de resistência não violenta para conseguir mudanças sociais. Ela esteve à frente do Centro durante 26 anos, sendo substituída, a partir de 1.994, pelo filho Dexter, que foi presidente do Centro por 10 anos. Seu outro filho, Martin é que dirige no momento a instituição. O líder negro teve com Coretta mais duas filhas: a atriz Yolanda King e a religiosa Bernice King.

Da Redacao